Quem Somos

Criada em São Tomé e Príncipe, para São Tomé e Príncipe, a STUDIUM – Associação Santomense Promotora de Investimento e Desenvolvimento, foi constituída em 14 de Fevereiro de 2003, por escritura lavrada em Cartório Notarial de São Tomé.
Sediada na capital do País, e dispondo de delegação em Lisboa, engloba desde já no seu corpo social, como sócios fundadores, ilustres Santomenses, com eles se honrando de ombrear alguns Moçambicanos, Angolanos, Timorenses, Portugueses, Cabo-verdeanos e Guineenses. E prosseguem contactos para a admissão na “STUDIUM” de prestigiadas figuras, não só nacionais de São Tomé e Príncipe, como oriundas dos demais Comunidades integrantes dos “CPLP”. Na óptica de um amplo consagramento de esforços, saberes e boas-vontades, e na variação de pensares político-económicos, com vista, em primeira linha, ao apoio, à continuação do desenvolvimento sócio-económico e cultural desta Terra encantadora e de encantadoras gentes, que é a República Democrática de São Tomé e Príncipe.

Neste seu pensar, oferece a “STUDIUM” os seus préstimos à Administração Santomense, manifestando o intuito de contribuir para a efectivação dos esforços das instancias do Poder tendentes à melhoria dos sectores sociais mais desfavorecidas, no campo económico, como no campo cultural, e da saúde pública, reflexamente integradas que estão estas vertentes.

Assim – e pois que a distribuição da riqueza supõe a sua prévia criação – aplicar-se-à a “STUDIUM” ao apoio, dinamização, acompanhamento e consultadoria, designadamente jurídica, económica e financeira, de iniciativas empresariais em São Tomé e Príncipe, não descurando as iniciativas enumeradas da tessitura de Países Africanos de Língua Portuguesa, ou com ela relacionados. No domínio da cultura, por seu lado, são amplas as possibilidades que a Associação poderá veicular, desde logo em termos do E-learning, Ensino Universitário, e Técnico-Profissional, e assim também na formação e desenvolvimento dos recursos humanos, em geral.

Enfim, intenta a “STUDIUM” participar nas actividades de prevenção e combate aos profundos males que são o HIV/Sida e o Paludismo, mediante a iniciativa, ou apoio à criação, de programas de cooperação no espaço lusófono, em particular em São Tomé e Príncipe. Nesta sua actuação se procurando sempre a colaboração de quadros Santomenses, residentes na sua Pátria, ou na Diáspora.

Como se pode depreender, objectivos da “STUDIUM” são possibilitados pela diversidade de linhas de contacto internacionais entre os seus membros – que, como referido, englobarão profissionais de todos os Países da CPLP: nomeadamente, juristas, economistas e gestores, docentes universitários, empresários.